Obras de arte podem ser um grande investimento se compradas de forma inteligente: os retornos variam, mas de acordo com o índice AMR Art 100 (guia especializado para vendedores e compradores de arte), os valores das obras de arte aumentaram a uma taxa composta de crescimento anual de 8,0% nos últimos 25 anos. Além de embelezar o ambiente, a arte pode ser uma excelente opção para quem quer diversificar seus investimentos. Veremos aqui algumas formas de como você pode investir com segurança e tranquilidade nesse setor que esta em constante crescimento.

Fundos de arte existem a cerca de um século, mas eles se tornaram uma forma interessante de investimento nos últimos anos. Eles trabalham como fundos de investimento privado: os investidores, geralmente trabalhando com um consultor, colocar dinheiro, e uma equipe profissional adquire obras de arte com alto grau de retorno. Alguns fundos de arte tentam colocar suas obras em museus para melhorar a sua proveniência e aumentar o seu valor. Eles então vendem as obras, geralmente em 5 a 8 anos, visando o lucro para seus clientes. Alguns se concentram em uma única forma de arte, enquanto outros, como o mundialmente conhecido Fine Art Fund em Londres, são altamente diversificados. São excelentes para ingressar no colecionismo de arte, já que os investimentos mínimos são frequentemente menores ao de uma única peça de arte, sem se preocupar com a manutenção e o seguro da obra, por exemplo.

 

 

Se você quiser começar uma coleção de arte, mas não estão preparados para investir milhões de dólares nos mestres, considere investir em obras de artistas emergentes. Se suas obras começam a estar presentes em galerias de alto nível isso é uma indicação de que o artista encontrou um novo nível de respeito, ou conseguiu um boa base de colecionadores. Em Nova York, por exemplo, se um artista e suas obras alcançam o Pace Gallery, Gagosian Gallery ou David Zwirner Gallery é um ótimo sinal.

Uma última dica, arte de mercados em desenvolvimento também podem ser uma boa aposta para um novo colecionador. Muitas pessoas estão se concentrando na China, Brasil, Rússia, Oriente Médio e Índia: os investidores estão adquirindo arte dessas partes do mundo porque esperam que a demanda aumente substancialmente.

Agora é com você! Escolha as melhores opções, encontre um bom consultor e comece sua coleção; além de poder contemplá-la, ela pode render bons lucros no futuro.