Conheça os principais investimentos em Foz do Iguaçu, que estão em fase de obras e projetos.

REVITALIZAÇÃO DA PONTE DA AMIZADE
1 - ponte
Orçada em R$ 10,2 milhões, a obra deve ser concluída em setembro. A revitalização inclui recapeamento do asfalto, identificação e tratamento das patologias e substituição das juntas de dilatação da ponte. A estrutura ganhará nova pintura. Toda a passarela de pedestres será coberta. O gradio interno e externo será levantado, trazendo mais segurança para os turistas e inibindo o contrabando de mercadorias. Com o mesmo objetivo, serão construídos postos da Polícia Federal, fechados e com ar-condicionado, nos intervalos da ponte. O custo do projeto foi bancado pelo Fundo Iguaçu, a pedido do Codefoz.

 

REVITALIZAÇÃO DO MARCO DAS TRÊS FRONTEIRAS
2 - marco
O Marco das Três Fronteiras e o Espaço das Américas serão revitalizados pela Cataratas do Iguaçu S.A., resgatando os aspectos históricos e culturais de nossa região. Uma considerável área ganhará uma vila de entretenimento inspirada nas Missões Jesuíticas. Serão realizadas instalações cenográficas históricas para resgatar e celebrar a arquitetura dos antigos povoados indígenas. Três árvores metálicas gigantes, interligadas por passarelas suspensas, serão construídas. O edital, elaborado pelo Fundo Iguaçu e a prefeitura, prevê investimentos de R$ 27,8 milhões para realizar as obras. A expectativa é que a revitalização do espaço possa aumentar a permanência de turistas na cidade.

DUPLICAÇÃO DA BR-469
3 - Projeto-duplicação-Rodovia-das-Cataratas-1024x604
O projeto prevê o alargamento para os dois lados, o que permitirá aproveitar a faixa de domínio do DNIT. As obras incluem a construção de avenidas marginais em boa parte do trecho, implantação de ciclovias dos dois lados da pista, duas passarelas de pedestres, cinco retornos em nível com faixas extras de desaceleração e aceleração, um viaduto no acesso ao aeroporto, duas trincheiras, ponte elevada sobre o Rio Tamanduá e uma rotatória nas proximidades da entrada do Parque Nacional do Iguaçu. O Iguassu Convention & Visitors Bureau, com o apoio da Itaipu e Fundo Iguaçu, já concluiu os projetos básicos e executivos de engenharia, assim como os estudos de impacto ambiental.

NOVA PISTA DO AEROPORTO
4 - nova pista aeroporto1
Pelo projeto do Fundo Iguaçu, a nova pista de pouso e decolagem do aeroporto será paralela à atual e terá três mil metros de extensão por 60 metros de largura. Com a nova pista, o aeródromo poderá receber voos diretos, sem escala, para Estados Unidos, Europa e Caribe. A ideia, com a ampliação, é tornar o aeroporto um hub do Mercosul e países andinos, uma porta de entrada e saída do Brasil pela Costa Oeste. O projeto tem custo estimado de R$ 276 milhões. Os recursos devem provir do Fundo Nacional de Aviação Civil (FNAC) ou de uma parceria público-privada (PPP).

 

 

 

VIADUTO COSTA E SILVA
5 - 0527_APR_REV_RD_CAT
O projeto do viaduto na Avenida Costa e Silva, contratado pelo Fundo Iguaçu, consiste na readequação da interseção com a BR-277, principal entrada da cidade, numa extensão aproximada de 700 metros. A proposta é construir quatro obras de arte especiais, em curva, constituídas em acesso por “terras armadas”, juntamente com a implantação de rotatória sob as obras de arte projetadas e a interação com as vias marginais existentes, que também serão readequadas. Os projetos básicos e executivos de engenharia do viaduto estão em fase de elaboração e também serão doados quando concluídos.

 

BEIRA FOZ
6 - Beira-Foz
Prevê o desenvolvimento urbano e a ocupação das margens dos rios Paraná e Iguaçu por meio de uma plataforma de investimentos públicos e privados, com operações urbanas consorciadas e parcerias público-privadas. Omasterplan do projeto foi desenvolvido pela empresa Arup, da Inglaterra, uma das maiores consultorias do mundo em projetos urbanísticos, e deve ser incorporado agora ao plano diretor da cidade. Mas o Beira Foz já teve início com a revitalização da Ponte da Amizade e a concessão do Marco das Três Fronteiras e do Espaço das Américas. A gestão do projeto é da prefeitura e do Codefoz, com apoio da Itaipu e do Fundo Iguaçu.

 

REVITALIZAÇÃO DE PRAÇAS
7 - praça do mitre
Os projetos de revitalização de três praças emblemáticas de Foz do Iguaçu – da Bíblia, das Nações (Mitre) e da Paz – foram entregues pelo Fundo Iguaçu à prefeitura e estão na fase final de aprovação para serem licitados. Os projetos executivos completos foram contratados pelo Fundo Iguaçu e doados à administração municipal. Os recursos são provenientes da SEDU/ParanáCidade e Caixa Econômica Federal. A Praça da Paz será toda revitalizada, devendo ganhar calçadão em trecho da Rua Rio Branco, espelho d’água com painel sobre a Lenda das Cataratas e um anfiteatro ao ar livre, aproveitando o declive natural do terreno, além de pista de skatepara a garotada.

TRINCHEIRA NA AVENIDA PARANÁ
8 viaduto (20)
O grande movimento de iniciativa popular de Foz do Iguaçu resultou na retomada da construção da trincheira da Avenida Paraná com a BR-277. A execução das obras agora está sob responsabilidade da concessionária Ecocataratas, que pretende concluir o serviço em setembro deste ano. Quando concluída, a trincheira vai melhorar o tráfego entre a Região Norte e as demais áreas do município. A retomada é resultado de dois protestos populares, do manifesto emitido por 17 entidades ao Ministério Público Estadual, além de uma carta enviada pela ACIFI ao Governo do Estado.

 

AUTÓDROMO
9 - projeto_autodromoEstudo realizado pela Arup comprovou ser viável a ideia de se construir um autódromo internacional em Foz do Iguaçu, aliado a uma arena-show e a um centro multieventos. O autódromo ainda teria espaço para pista de kart e de motocross. O local também abrigaria um complexo hoteleiro e gastronômico, estacionamento para oito mil veículos, quadras de tênis e uma marina com ligação, por meio de um canal, ao Lago de Itaipu. O autódromo poderá ser construído por um pool de investidores privados internacionais e estará localizado a dez quilômetros da BR-277, no Alto da Boa Vista, às margens do reservatório da usina. O complexo está orçado em US$ 100 milhões.

 

MIRANTE DA PONTE DA AMIZADE
10 - aduana (2)-2O projeto de revitalização do mirante da Ponte da Amizade foi uma solicitação da Delegacia da Receita Federal em Foz do Iguaçu ao Codefoz que contou com o apoio do Fundo Iguaçu e foi executado pelo Núcleo Integrado de Gerenciamento de Projetos (Profoz). Devido às especificidades do local, as alterações e sugestões feitas na área focaram os aspectos de segurança, projetando novas guaritas, acessos e cercado. Esse projeto faz parte de um outro ainda mais amplo e complexo, a revitalização da Ponte da Amizade – atualmente em execução pelo DNIT e Receita Federal do Brasil.

 

DUPLICAÇÃO DA AVENIDA JOSÉ MARIA DE BRITO
1 - AV. JOSÉ MARIA DE BRITOOs convênios e recursos foram conquistados em virtude do esforço da administração, que conseguiu que a cidade estivesse com situação positiva das finanças perante o estado e a União. A avenida, que já recebeu obras de galerias pluviais, contará também com paisagismo, sinalização horizontal e vertical, calçadas, ciclovia e pontos de ônibus. A duplicação faz parte de um contrato de repasse de mais de R$ 90 milhões para o município, do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC2).

 

 

 

ALARGAMENTO DAS MARGINAIS À BR-277
2 - ALARGAMENTO DAS MARGINAIS À BR-277As avenidas marginais à BR-277, Sérgio Gasparetto e Olímpio Rafagnin, entre o trevo de entrada da cidade e o viaduto do bairro Três Lagoas, tiveram o projeto ampliado, fazendo com que houvesse melhoria na infraestrutura básica do asfalto, pois naquelas avenidas há um grande trânsito de caminhões. Serão realizados serviços de drenagem, retirada, demolição e colocação de nova pavimentação, sinalização horizontal e vertical, paisagismo e instalação de pontos de ônibus. As duas obras terão um custo de R$ 18 milhões.

 

 

DUPLICAÇÃO DA AVENIDA MORENITAS
3 - AVENIDA MORENITAS 01A Avenida Morenitas, entre a Avenida Javier Koelbel e a Mercosul, próximo à aduana argentina, está sendo alargada. Será criada uma pista exclusiva para circulação de ônibus e uma ciclovia e construídos canteiros e calçadas. A Javier Koelbel será duplicada no trecho entre a Rua Paulino Ferreira e a Avenida Morenitas. Atualmente as máquinas realizam a etapa de escavação e drenagem. A Avenida Portugal, atrás do Fórum Eleitoral, está sendo aberta e limpa para posteriormente ser realizada a drenagem.

 

DUPLICAÇÃO DA AVENIDA SAFIRA
4 - AVENIDA SAFIRA - ABERTURAA construção do Shopping Palladium-Catuaí, na Avenida das Cataratas, está adiantada. Paralelamente, os empreendedores realizam as obras de infraestrutura no entorno, o que está previsto em lei (todo novo empreendimento necessita executar esse tipo de serviço para facilitar o acesso, não ficando mais sob a responsabilidade do poder público). Está sendo aberta a ligação entre o corredor turístico, na Avenida das Cataratas, e a Região Sul, no bairro Porto Meira. O trecho tem cerca de 800 metros até a Avenida das Palmeiras, que faz a interligação com a Avenida Safira.

 

PROLONGAMENTO DA AVENIDA ANDRADINA
5 - AVENIDA ANDRADINA PROLONGAMENTOA Avenida Andradina será estendida e ganhará ciclovias, calçadas, sinalização horizontal e vertical. O traçado foi alterado para que a via passe dentro do bairro Cidade Nova, ligando a Vila C, criando um novo acesso aos turistas que visitam o Refúgio Biológico Bela Vista. Também dará mais facilidade de locomoção à população. Essa mudança respeitou o aspecto técnico da obra de não ficar localizada diretamente sob o linhão da Usina de Itaipu. A extensão da Avenida Andradina, que deve começar no próximo trimestre, está orçada em R$ 4,2 milhões.

 

 

ABERTURA DA AVENIDA PORTUGAL
6 - AVENIDA PORTUGAL - 02A Avenida Portugal, uma importante via de ligação para desafogar o trânsito, começou a receber os tubos de galerias para a captação de água pluvial. A obra, executada com recursos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC 2) e contrapartida da prefeitura, está orçada em R$ 5,4 milhões. O projeto prevê, além da instalação de galerias e calçadas, serviço de paisagismo e construção de ciclovias. Ela inicia na Avenida Rosa Cirilo, que faz ligação com a Avenida Costa e Silva.

 

 

 

DUPLICAÇÃO DA AVENIDA FELIPE WANDSCHEER
7 - Felipe WandescherAs obras de duplicação da avenida tiveram início no fim de maio de 2015, com previsão de entrega até abril de 2016. O investimento é de R$ 12,7 milhões, destinados pelo Ministério das Cidades por meio do PAC. No projeto inicial estavam previstos apenas o alargamento e o recape.  O projeto atual, refeito pela prefeitura e liberado pela União, prevê a duplicação com ciclovias dos dois lados da pista, calçadas, estacionamento, recuo para ônibus, iluminação e paisagismo.

 

 

 

CONJUNTO HABITACIONAL GRANDE LAGO
8 - Grande LagoO Conjunto Habitacional Grande Lago terá 296 unidades, cada uma com sala, cozinha, banheiro e dois quartos. O complexo possuirá uma área de lazer com salão de festas, churrasqueira, banheiros, campo de futebol, playground e uma vaga de estacionamento por família, além de estacionamento para visitantes. A obra é uma das prioridades da atual gestão, assim como o Conjunto Habitacional Primavera, que está em fase de finalização e 95% dos apartamentos já foram entregues. O conjunto é resultado de um convênio entre a prefeitura, por meio do Fozhabita, Cohapar, União e Banco do Brasil, com valor estimado em R$ 18 milhões.

PROGRAMA DE PAVIMENTAÇÃO ASFÁLTICA

9 - PAVIMENTAÇÃO ULTIMOS 10 ANOSFoz do Iguaçu recebe o maior programa de pavimentação asfáltica dos últimos dez anos. Mais de 40 bairros serão asfaltados. A cidade deve fechar o ano de 2015 com aproximadamente um milhão de metros quadrados de asfalto implantado.

 

 

 

 

MAIS OBRAS

10 - Mais obras (Parque Remador)

O Jardim Polônia recebeu galeria pluvial, calçamento poliédrico e meio-fio. O mesmo ocorre na Rua Carijós. Já o Conjunto Habitacional Vila União está recebendo calçamento interno e externo ao redor dos blocos. O Parque Remador, no Porto Meira (foto) agora tem pista de skate, espaço para a prática de slackline, quadra de vôlei de praia, pista de bicicross e uma academia a céu aberto (revitalizada). O Parque Monjolo passou por uma transformação, bem como a Praça Porto Belo. O projeto da Avenida do Centenário está em análise na Secretaria de Desenvolvimento Urbano do Paraná. A via ligará o Parque Nacional do Iguaçu e a Usina Hidrelétrica de Itaipu.

Veja também 6 formas de investir em imóveis.

Fonte: Revista Acifi